Opinião

Recolha de lixo

Luciano Rocha

Os trabalhadores da recolha de lixo em Luanda avisaram que somente lhes resta a greve face aos salários que lhes devem e dou-lhes toda a razão, pois é com eles que se sustentam e às famílias.

Eu sei, a maioria dos luandenses sabe, que há por aí muita gentinha que nunca “vergou a mola” e tem as contas bancárias a abarrotar, frotas de carros de todos os modelos, até helicópteros, aviões, veleiros e ainda entende que é pouco.

Os trabalhadores da recolha de lixo, mesmo que possa haver quem pense o contrário, são pessoas, que precisam de comer e têm famílias também. Não vivem do ar poluído que respiram. Por isso, repito, têm toda a minha solidariedade. />Mas, Luanda, sem ofensa para os trabalhadores da recolha de lixo, não é preciso eles paralisarem a actividade para ela estar permanentemente suja, nojenta. Perante a passividade crónica dos que têm a responsabilidade de lhe resolver os problemas, ao invés de os agravar. Duvido, por isso, que se preocupem, de verdade, com a greve. Com esta ou outras que se possam fazer nos tantos sectores abandonados à sua sorte. Como se diz, é para o lado que dormem melhor. E sono é coisa que lhes não falta.

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia