Opinião

Uber lança serviço aquático para fugir aos engarrafamentos

Francesca Cicardi | EFE

A possibilidade de cruzar o Cairo em 20 minutos, aproveitando a brisa do rio Nilo, em vez de sofrer com os intermináveis engarrafamentos sob temperaturas de 40 graus passou a ser oferecida pelo Uber através de um serviço de transporte por barcos.

O aplicativo incluiu a modalidade entre as suas opções na capital do Egito, por enquanto em fase de testes, e agora os clientes podem seleccionar o cais de partida e de chegada.
“O nosso objectivo é oferecer um meio de transporte rápido e acessível através da tecnologia Uber e na nossa luta contra os engarrafamentos”, disse o director-geral do Uber no país africano, Abdellatif Waked.
O trânsito é, sem dúvida, um dos principais problemas da capital do país. As ruas são congestionadas a qualquer hora, e os milhões de habitantes enfrentam este contratempo diariamente, sem que as autoridades consigam pôr fim ao problema.
“O Uber adapta-se às necessidades da cidade”, destacou Waked, ainda que o serviço Uberboat não se ajuste exactamente ao bolso da maioria dos moradores do Cairo.
No período de testes, a opção custa em média 80 libras egípcias (25 dólares) independentemente do ponto de saída ou de chegada.
De acordo com o director, o objectivo é levar mais usuários a experimentar essa possibilidade durante a campanha de promoção, que começou em meados de Maio e se tem estendido pelo mês sagrado do Ramadão, que neste ano atravessa Junho. Depois, a empresa vai decidir se estabelecerá ou não o Uberboat como mais uma opção fixa no aplicativo ou se vai oferecê-lo apenas em períodos determinados, como verão e datas comemorativas, em parceria com a Nile Taxi, empresa que já fornece este serviço o ano todo.
As lanchas usadas pelo Uber são o “táxi” do Nilo, que desde 2015 estão disponíveis para deslocamentos rápidos no rio, apesar de o preço ser mais alto, pois os usuários são em menor quantidade e o perfil é muito específico.
“São principalmente empresários, funcionários de banco e da Nile Towers”, edifício onde muitas empresas têm sede e que fica ao lado dos cais, no noroeste do Cairo. Os clientes preferem o Uber porque o preço é diferente do Nile Taxi. Actualmente, ele faz mais de dez viagens por dia com o Uberboat. Apesar de o Uber ser 50 por cento mais barato, ele continua a ser um “serviço de luxo” para a maior parte da população do Cairo, já que muitos não podem pagar tal valor e optam por usar os barcos públicos, que custam poucas libras egípcias.
Estas embarcações, antigas e pouco eficientes, atravessam o Nilo entre os bairros mais populares, mas são lentas e não têm horários fixos. Como só zarpam quando enchem, não é o meio de transporte ideal para ir trabalhar.
Por enquanto, o Uberboat não concorre com os barcos ou autocarros que diariamente levam milhões de egípcios de um lado para o outro da capital, mas é uma possibilidade para os mais endinheirados e também abre a porta para um novo mercado.

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia