Cartas dos Leitores

  • Casos de tuberculose

    Escrevo pela primeira vez para o Jornal de Angola para abordar a situação da tuberculose, uma doença cujo bacilo foi descoberto há mais de 100 anos pelo alemão Robert Koch.

    Ler mais »

  • Carne brasileira

    Não está a ser fácil para as autoridades brasileiras gerir o escândalo que envolve a carne de origem brasileira, cujos selos atribuídos pelo Ministério da Agricultura nem sempre conferiam sanidade e segurança.

    Ler mais »

  • Maka do aborto

    Sou estudante de medicina e acompanho com interesse a forma como determinados debates surgem  na sociedade angolana. A maka do aborto, é assim como lhe chamo, acabou por tornar-se num debate completamente fracturante na sociedade angolana.

    Ler mais »

  • Ameaça à paz

    A política, como defendem os clássicos do chamado Pensamento Político Moderno, deve  ser a continuação da resolução de conflitos por outros meios.

    Ler mais »

  • Despique no Girabola

    Sou adepto do Progresso Sambizanga, cujas performances nas últimas jornadas foram realizadas com êxito.

    Ler mais »

  • Juventude e democracia

    É ponto assente que a juventude angolana deve desempenhar um papel crucial, em todo o processo de reconstrução e desenvolvimento do país, por ser ela a maioria da população.

    Ler mais »

  • Centros de acolhimento

    Soube que estão a ser criados centros de acolhimento para pessoas que são vítimas de violência doméstica. É importante que as vítimas de violência doméstica possam ter a protecção do Estado. A vítima de violência doméstica, quando abandona o seu lar, quer que as instituições do Estado garantam a sua segurança.

    Ler mais »

  • O Ferroviário de Angola

    Fiquei satisfeito com o facto de um clube “histórico”, o Ferroviário de Angola, estar a preparar-se para reactivar muitas das suas modalidades desportivas. Gostei do facto de antigos atletas estarem empenhados em tornar de novo o Ferroviário de Angola num grande clube.

    Ler mais »

  • Venda ambulante

    Sou estudante de Sociologia e escrevo para o Jornal de Angola, o histórico diário do país, para falar sobre a venda ambulante e as suas incidências.  Aliás, trata-se de uma reacção ao que um cientista social avançou há dias, quando contrariou a repressão contra as zungueiras e outros vendedores de rua.

    Ler mais »

  • Defesa Nacional

    Sou antigo combatente e escrevo hoje pela primeira vez para o Jornal de Angola para dizer que a obrigatoriedade do serviço militar não devia cessar para todos e que os cursos de Defesa Nacional deviam ser amplamente divulgados.

    Ler mais »

capa do dia

Get Adobe Flash player

Você e o Jornal de Angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

Enviar carta

Cartas dos Leitores




ARTIGOS

MULTIMÉDIA