Opinião

Acreditação e certificação

Escrevo pela primeira vez para o Jornal de Angola e gostaria de começar por cumprimentar calorosamente todo o pessoal responsável pela saída diária deste importante diário.

Sei que se trata de uma tarefa hercúlea na medida em que não é nada fácil colocar na rua um conjunto de informações e notícias, nacionais e internacionais. Relativamente ao processo de acreditação dos certificados e diplomas do ensino superior, não faz sentido que a entidade vocacionada para o efeito, localizada na cidade do Kilamba, detenha o monopólio. Diz-se que há pessoas que estão à espera há mais de três anos que os seus documentos sejam autenticados pela referida entidade, o que constitui uma verdadeira aberração. Acho que o Estado devia criar um mecanismo mais rápido e fiável que certificasse os documentos sem que os seus titulares tenham de esperar seis meses ou anos para o efeito. Não faz sentido continuarmos com esta instituição que funciona na cidade mencionada e que, sobretudo no final e início de cada ano lectivo, tem sido repetidas vezes alvo de inúmeras contestações. Basta!

Paulo Baltazar
| Talatona

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia