Opinião

Gratidão eterna

Afonso Alberto | Luanda

Gostei muito do gesto do Primeiro-Ministro de Timor Leste, Xanana Gusmão, ao agradecer o apoio prestado por Angola ao processo de libertação do povo daquele país asiático da ocupação indonésia, que durou 24 anos.

Gostei muito do gesto do Primeiro-Ministro de Timor Leste, Xanana Gusmão, ao agradecer o apoio prestado por Angola ao processo de libertação do povo daquele país asiático da ocupação indonésia, que durou 24 anos. O reconhecimento por parte de Xanana Gusmão do apoio de Angola à luta do povo timorense prova, uma vez mais, que aquele antigo líder da resistência timorense às forças de ocupação do seu país é um grande homem, que muito sofreu nas cadeias da Indonésia. Ao manifestar a “eterna gratidão” do povo timorense ao povo angolano, Xanana Gusmão quis dizer que a ajuda de Angola jamais será esquecida pelos timorenses.

Nós, angolanos, ficamos satisfeitos com este reconhecimento de Xanana Gusmão, homem mundialmente respeitado e admirado, que entrou na história do seu país como um grande símbolo de luta pela liberdade.

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia