Opinião

O município do Rangel

Estive a acompanhar neste fim de semana um programa de uma rádio privada angolana que abordava a situação do Distrito Urbano do Rangel. No programa intervieram antigos moradores do Rangel, que não hesitaram em afirmar que no seu antigo bairro já não se vivia. Sobrevivia-se. Um arquitecto que mora ainda no Rangel e que falou para a referida rádio disse que a solução para o Rangel era a demolição de grande parte do Distrito, em virtude do seu avançado estado de degradação.

Sei que vai ser executado um programa integrado de intervenção nos municípios e, como morador do Rangel, tenho esperança de que a qualidade de vida neste Distrito venha a melhorar.
Depois de 43 anos de Independência, é urgente que se olhe para a vida de muitos municípios do país que estão em situação precária.
Ainda bem que já temos uma ministra de Estado só para tratar de questões sociais. Acredito que vai haver maior celeridade na resolução dos problemas dos cidadãos.
É verdade que há muitos problemas comuns aos municípios, mas também há problemas específicos. Importa que as administrações municipais estudem bem os problemas que têm, para que as soluções a tomar venham a ser duradouras. Que não se faça nada à pressa. A pressa é inimiga da perfeição. Há municípios com problemas gravíssimos que não podem ser resolvidos a curto prazo.
Que não se façam mais obras imperfeitas com o dinheiro do Estado. Que se contratem os melhores quadros que temos para ajudar o país a superar muitos dos problemas por que passam os municípios.
E que se paguem bons salários a quadros nacionais que têm competência para resolver complexos problemas, vivam ou não no país.
Ângela Augusto | Rangel


Inspecção do Trabalho
Penso que a Inspecção do Trabalho, afecta ao Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, tem um grande papel a desempenhar na descoberta de casos lesivos de direitos dos trabalhadores.
Há no país muitas violações aos direitos dos trabalhadores, que não as denunciam porque têm medo de perder os empregos.
É por exemplo importante que se saiba se os empregadores estão a cumprir com as cláusulas dos contratos que celebram com os seus empregados.
Será também necessário saber em que condições os trabalhadores prestam os seus serviços aos empregadores.
Há por outro lado casos de menores que são obrigadas a trabalhar para sustentar as suas famílias. Era bom que se soubesse a idade desses menores e se a sua situação laboral está em conformidade com a lei. Há menores que podem estar a ser vítimas de maus tratos.
Gervásio Lucas | Maianga


Reabilitação de escolas
Espero que se preste atenção às escolas situadas nos municípios. Agora que se está a priorizar a vida nos municípios, era bom que se olhasse para a situação das escolas degradadas, e em que estudam muitos alunos. Temos de passar a fazer o que é básico.
É preciso acabar com a ideia de que só projectos gigantes é que resolvem os problemas das pessoas. Toda a gente já sabe por que razão se priorizavam no passado projectos que custavam muitos milhões de dólares.
Afonso Sebastião | Samba

 

 

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia