Opinião

O campo e os engenheiros

No passado, muitos jovens gostavam de estudar engenharia agrónoma, um curso que muito contribuía para o desenvolvimento da produção agrícola.

Hoje, há cidadãos que pensam que é desprestigiante  ser engenheiro agrónomo, porque este não trabalha em gabinetes climatizados  mas no campo e sem fato e gravata. Penso  que nesta fase  em que  fazemos  esforços  para  a diversificação da economia é necessário incentivar  os jovens  a  seguir cursos de agronomia, fazendo-lhes ver que há muitas oportunidades de realização profissional  no campo. A terra é um recurso natural de grande valor. Angola tem  terras  férteis que podem, se forem potenciadas,  gerar muita riqueza  e muitos postos de trabalho Tenho conhecimento de que  muitos compatriotas nossos têm  fazendas  enormes no nosso país. Gostava de saber se estes nossos compatriotas se preocupam em contratar engenheiros agrónomos  angolanos  para  cuidar das terras que lhes foram concedidas para as aproveitar.  Ainda bem que temos  uma faculdade de agronomia no Huambo, mas acho que deve haver mais faculdades de agronomia em todo o país, com o fim de apostarmos seriamente no desenvolvimento rural.

Marcelo João | Quissama 

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia