Opinião

Transição Pacífica

Sou antigo combatente e escrevo pela primeira vez para o Jornal de Angola, um importante diário de Angola. É sobre a transição política no nosso querido país, que recentemente realizou as suas eleições gerais com todo o sucesso. Muito já se escreveu sobre a transição pacífica em Angola e nunca vai ser demais voltar a abordar este assunto.

Na verdade, vale elogiar quer o Presidente da República, João Lourenço, em minha opinião, uma figura serena e amadurecida em matéria de experiência governativa, quer o antigo Presidente, José Eduardo dos Santos, o grande artífice de tudo isto.
Angola deu uma lição ao mundo e em particular a África, razão pela qual penso que devemos falar sempre sobre o que fomos capazes de protagonizar com a passagem de testemunho de uma liderança para a outra. Tal como fomos capazes de servir de exemplo com a pacificação do país, acho que seremos também chamados a falar sobre as nossas experiências no que à gestão do processo de transição diz respeito.
E não duvido que as nossas autoridades se vão mostrar disponíveis para, junto de outras realidades africanas, emprestarem modestamente o que foi e continua a ser a nossa experiência, completamente pacífica.

Augusto de Lima | Samba

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia