Citações

Citações

“A realização deste congresso na nossa capital, com a presença de juízes de vários países do nosso continente e de convidados extra-africanos, representa para nós um reconhecimento dos progressos realizados internamente no plano político e constitucional, fruto do empenho do nosso povo, dos seus representantes eleitos no Parlamento e dos juízes dos vários tribunais superiores” João Lourenço | Presidente da República, no discurso pronunciado na sessão de abertura do V Congresso da Conferência das Jurisdições Constitucionais de África

Mais Citações

  • A primeira edição da Bienal de Luanda - Fórum Pan-Africano para a Cultura de Paz, aberta quarta-feira, cumpre hoje o seu terceiro dia de actividades e domingo fecham-se as cortinas. A Bienal está a proporcionar-nos uma jornada de cinco dias de reflexão sobre o passado, o presente e o que se espera venha a ser o futuro do continente africano, numa abordagem que envolve várias disciplinas e que o pensamento político e económico procura glosar de modo a reflectir a essência das preocupações actuais, dos objectivos que se pretende atingir e, obviamente, dos planos que são necessários traçar e os esforços que devem ser empreendidos para os materializar.

    Filomeno Manaças

  • No outro dia vi um artigo no jornal britânico “The Daily Express”, que falava do desvio de uma boa parte dos fundos da luta contra o Ébola na República Democrática do Congo. Os comentários insistiam que ninguém deveria estar surpreendido com o facto de as autoridades na RDC terem desviado os fundos; segundo os comentários, este era o comportamento típico dos líderes daquele país.

    Sousa Jamba

  • “Só com paz o continente poderá atrair o investimento privado estrangeiro, industrializar-se e passar a acrescentar valor aos seus principais produtos de exportação” João Lourenço, Presidente da República, na cerimónia de abertura da Bienal de Luanda - Fórum Pan-Africano para a Cultura de Paz

  • Progressivamente, as autoridades vão criando condições para que em todo o país todos os estudantes, nomeadamente do ensino primário e secundário, estudem em salas de aula, gerando-se com isso um melhor aproveitamento escolar, por parte dos alunos, e um bom desempenho da actividade docente. O ensino deve ser visto como um dos mais importantes sectores da vida nacional , pois dota muitos milhares de angolanos de competências e habilidades, que hão-de servir para a resolução de muitos dos nossos problemas.

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia