Citações

Citações

“O Estado, dentro do espírito de liberdade de religião, deve ter o controlo e mandar fechar as seitas que estão contra o desenvolvimento da Nação. Deste modo, estaria a evitar uma confusão terrível no meio do povo. Aproveitar-se da situação de pobreza ou de miséria para explorar o povo, em benefício próprio, penso não ser justo.”
D. Vicente Carlos Kiaziku | Bispo da Diocese de Mbanza Kongo


“A República Democrática do Congo é um grande viveiro de seitas e o salto para o nosso país é fácil, devido à aproximação . Os ditos pastores estão a enganar o povo, aproveitando-se do carisma de apresentar o evangelho e no falar. Conquistam pessoas inocentes , enchem-se de dinheiro deste povo e fogem.”
Idem


“O registo de nascimento é o primeiro acto civil na vida de uma pessoa e onde consta o seu nome, o dos pais e o seu sobrenome.”
Francisco Queiroz  |  Ministro da Justiça e dos Direitos Humanos


“Se quisermos combater a pobreza e a vulnerabilidade, temos de dar a conhecer , identificar as pessoas que vivem em situação crítica, para que possamos colocar onde for necessário os serviços sociais e reduzir o índice de pobreza."
Governador provincial do Moxico

Mais Citações

  • “O principal legado de Agostinho Neto, segundo o qual ‘o mais importante é resolver os problemas do povo’, encontra respaldo no compromisso assumido pelo MPLA de ‘melhorar o que está bem e corrigir o que está mal’, que materializa o seu programa maior
    Comunicado do Bureau Político do MPLA


    “Não faz sentido termos ficado sete anos sem ter havido uma visita de um primeiro-ministro luso a Angola e estarmos a aguardar, há oito anos, uma visita de um Presidente de Angola a Portugal
    António Costa | Primeiro-ministro de Portugal 


    Sendo a juventude o garante da paz e da estabilidade do país, é no seio dela que se forjam as lideranças que asseguram a continuidade da condução dos programas e estratégias de desenvolvimento do país
    Francisco Furtado | Antigo chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas Angolanas


    Acredito que o Tarrafal tem todas as condições para ser Património Mundial, mas temos de colocar em cima da mesa todas as evidências, tirar as conotações políticas que podem haver, mas sermos rigorosos no momento de contar a História
    Abraão Vicente | Ministro da Cultura de Cabo Verde

  • Mafalda, esta é a primeira vez que te escrevo. Sei que vais dizer que já morreste. Os outros dirão, simplesmente, que as galinhas não sabem ler. Tudo bem. A todos digo que não me importa. As galinhas não sabem ler, mas isso não as impede de serem boas pessoas. Há por aí quem saiba ler e nada entenda ou não quer entender.

    Osvaldo Gonçalves

  • Quem visita Lisboa com regularidade mais ou menos nos últimos dez anos percebe hoje a transformação radical que o turismo fez a Portugal.
    A conhecida “indústria do futuro” obriga a certa Lisboa a revelar que, num futuro muito breve, o conceito de cidadania terá de ser revisto fora dos actuais padrões do Direito Internacional e de legislações aplicáveis.

    Santos Vilola/Lisboa

  • Agostinho Neto 
    Tenho uma  grande admiração  pelo  primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto.   Sempre  admirei  pessoas que lutam e sofrem para que as outras pessoas possam viver bem.  Agostinho Neto  podia  ter tido uma  brilhante carreira  como médico, mas preferiu  ir para as matas para  dirigir a luta de libertação nacional contra o colonialismo português. Todos sabemos que a  luta de libertação contra o colonialismo foi dura e foi marcada por muitos problemas.  Os antigos combatentes que conviveram com Agostinho Neto deviam escrever obras  sobre o fundador da Nação para que a juventude soubesse mais  sobre o papel histórico  desempenhado  na luta de libertação nacional contra o colonialismo. Já morreram muitos companheiros  de  luta de Agostinho Neto, mas  há ainda  companheiros seus que  estão vivos.  Os que estão vivos  deviam escrever livros  ou darem informações a historiadores para que estes  possam  produzir obras   sobre  a nossa luta de libertação nacional.
    Arménio Silva |Cazenga


    Relações entre Angola e Portugal 
    As relações entre Angola e Portugal podem agora conhecer um novo dinamismo com a visita  de António Costa, primeiro-ministro luso, ao nosso país. Os portugueses e angolanos são irmãos e devem promover constantemente o melhoramento das suas relações. Temos muitas coisas em comum a partilhar. Que Angola e Portugal  continuem a  consolidar as suas relações, no interesse dos respectivos povos. Espero  que  as relações entre os dois países não  venham mais a ter problemas. 
    Apolinário António|Marçal


    Olimpíadas  do saber
    Muitas escolas privadas  têm promovido olimpíadas do saber, para  promover a concorrência  entre os alunos, a fim  de saberem do nível dos alunos.  Era bom que as  escolas públicas  promovessem também  as olimpíadas  do saber. Que  houvesse por exemplo concursos  entre escolas públicas ou entre escolas públicas e  privadas. Que se estimulassem  os vencedores das olimpíadas com prémios, como livros ou outro material que contribua para aumentar os seu conhecimento. 
    Hermínia Figueiredo | Maianga


    Encarregados  de educação 
    Escrevo para este espaço para apelar aos encarregados  de educação  para  se preocuparem mais  com o desempenho  dos seus filhos ou educandos. Penso que os encarregados de educação não se devem preocupar só com os seus filhos ou educandos no final do ano lectivo. É sempre necessário que  pais e professores tenham regularmente  conversas para que os primeiros saibam  do comportamento dos seus filhos ou educandos. Fui há dias a uma reunião de  encarregados  de educação  numa escola onde estudam  dois dos meus filhos  e notei  que são poucos os pais que  se interessam com as reuniões convocadas pelas  direcção  daquele estabelecimento de ensino.Um encarregado de educaçºao deve fazer questão  de conhecer os professores dos seus filhos e com eles trocarem impressões sobre a vida escolar destes. Os professores dos nossos filhos passam várias horas  com os nossos  filhos e têm muita informção sobre o seu comportamento.Há coisas que os professores vêem e que os pais dos estudantes não têm a possibilidade de ver, porque não estão com eles em certas horas do dia. Muitos problemas dos nossos filhos têm sido resolvidos pelos professores que se assumem como  educadores. Incentivo os  professores  de escolas públicas e provadas a continuar a empenhar-se  na resolução de problemas que ocorrem nas suas escolas.Que se pense em mecanismos expeditos que  facilitem o contacto regular entre professores e encarregados da educação.   
    Armando  Lucas | Viana 

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia