Citações

Citações


Se não se faz nada, se não se sanciona, não se pune, não se processa, não se condena aqueles que têm sinais muito evidentes de terem sido corrompidos, é evidente que os outros farão o mesmo
João Lourenço- Presidente da República

Estamos a construir o nosso próprio espeto de liberdade e garantias, direitos e deveres do cidadão, no que à liberdade de imprensa diz respeito, e é um processo que nunca termina
Celso Malavoloneque - Secretário de Estado da Comunicação Social


 
Não é verdade que a Procuradoria-Geral da República não terá acusado bem o general Nunda, no universo de pessoas acusadas, o grosso foi pronunciado.
É normal

Mota Liz - Vice-procurador-geral da República

A escola que apenas ensina a ler e a escrever já está a ficar para trás. Hoje, estamos num mundo moderno
e temos de acompanhar a evolução e as expectativas das crianças e das suas famílias

António Pacavira - Presidente da Associação Nacional do Ensino Privado (ANEP)                     

A imprensa goza de uma posição preferencial no nosso sistema constitucional, não para lhe permitir que ganhe dinheiro, nem para converter os jornalistas num grupo favorecido, mas sim para se dar cumprimento do direito público
a saber

Frederico Cardoso  - Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República

Mais Citações

  • “Quem pretender ingressar na função pública tem de reunir os requisitos prévios fundados na formação da área de especialidade”, disse o ministro, para acrescentar que as pessoas têm de estar preparadas de facto, com formações feitas em instituições devidamente certificadas, onde os candidatos devem ter um aproveitamento mínimo de 80 por cento”

  • Este texto – crónica ou como lhe quiserem chamar – devia ter como título “Elogio a Pepetela”, mas não vamos por aí e ‘Kota, se alguma vez pensaste isso de nós, tira já o cavalinho da chuva: o escritor escreve, o leitor lê. Estamos entendidos? Se alguém não gostar, que coma menos. E viramos mesmo “Vladimiro Caposso”:“Porra, pá!

    Osvaldo Gonçalves

  • O processo de privatizações em curso no país dá-se num contexto de dispersão do património mobiliário e imobiliário do Estado Angolano adquirido ao abrigo dos confiscos iniciados em 1976, bem como de tudo quanto foi adquirindo por constituição, construção, dação ou outro modo de aquisição de direitos previstos na lei.

    Sebastião Vinte e Cinco

  • Serviços de saúde Os hospitais deviam estar munidos de serviços, junto do banco de urgência, que apurassem devidamente o estado clínico em que dão entrada as pessoas que para lá se deslocam.

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia