Colunas

  • Observatório do Balão

    Nas homenagens aos heróis nacionais

    Tenho para mim, e como tal assim procedo, que as homenagens aos heróis não se devem circunscrever apenas às datas instituídas por razões mais de ordem burocrática ou de circunstância.

    Ler mais »

  • Observatório do Balão

    Breve incursão sobre lixos e lixeiras

    A problemática dos lixos e das lixeiras tem passado muito à margem dos narizes refinados, a não ser quando estes começam a cheirar mal. Não surpreende que nesta nossa velha Luanda, essas sensibilidades novas e modernas não queiram ou saibam distinguir a sua patine, os vestígios da sua longevidade, com lixo para arrasar e deitar fora. Essa é uma maka que concerne a todos e independentemente das crenças e outras predisposições que elas arrastam consigo.

    Ler mais »

  • Observatório do Balão

    O crime do maratonista catanado

    O caso do crime acontecido no município do Cazenga, que se ufanava narcísica de ser o mais populoso do país, mesmo à frente da velha e respeitável Luanda, teve uma repercussão inusitada.

    Ler mais »

  • Observatório do Balão

    Espaçam-se os dias que não são dias

    Ao deter-me na fixação do afadigado agente muito aplicado a passar multas, à torto e a direito, “dia em que não faço X… não é dia!” gabava-se sem pudor, talvez eu mesmo me tenha deixado enveredar por uma ficção tout court, anedótica, da nossa realidade irreal, passe a contradição.

    Ler mais »

  • Observatório do Balão

    Nos nossos missosso não vagueiam fantasmas

    No antigamente da nossa convivência com os missosso da terra, nunca que encontrámos fantasmas a roubar. O imaginário popular sempre se ateve à nossa natureza dos seus bâmbis e surucúcus, sêixas e onças e naturalmente aos inevitáveis cágados.

    Ler mais »

  • Observatório do Balão

    Os céus e a cegueira dos rios

    Debate-se nas proximidades do Cunhinga, um dos primeiros palcos da guerrilha de triste memória iniciada pelos kalupetekas contra a Polícia Nacional, a questão da liberdade de religião.

    Ler mais »

  • Observatório do Balão

    O tempo não está para miragens

    Aproximam-se as eleições e com elas as ventanias repentinas e as guinadas bruscas. Desde que a ideologia deixou de ser determinante para conduzir os partidos políticos à conquista do poder, temos de esperar de tudo.

    Ler mais »

  • Observatório do Balão

    O espectro da fome nos Luchazes

    Não me revejo nos contornos do espectro da fome nos Luchazes, nem sei mesmo se ela ainda subsiste nessas paragens, desde a altura em que começamos a poder combater-lhe seriamente.

    Ler mais »

  • Observatório do Balão

    A nossa Justiça no seu meio

    Não nos sentimos surpreendidos ao observar que a nossa Justiça ainda não se tinha ajustado às necessidades do seu meio. Não se poderia esperar tanto no curto espaço de tempo com alguma estabilidade que usufruímos depois da Independência. É razoável ter de admitir que enquanto não se (re)constituírem os quadros indispensáveis para o exercício da Justiça, o cidadão tenha que se haver no desenrascanço.

    Ler mais »

  • Observatório do Balão

    A retoma dos debates no Parlamento

    Já é um dado adquirido. A nossa Assembleia Nacional não quer desmerecer da iniciativa das televisões que iniciaram, com reconhecida audiência, uma série de debates sobre assuntos diversificados.

    Ler mais »

capa do dia

Get Adobe Flash player

Você e o Jornal de Angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

Enviar carta

Cartas dos Leitores



ARTIGOS

MULTIMÉDIA