Opinião

O desenvolvimento dos municípios

Os municípios são circunscrições de capital importância e utilidade, porque  o seu desenvolvimento vai repercutir-se positivamente na vida de muitos milhões de angolanos.

É positivo que o Executivo esteja focado na promoção da construção de melhores condições de vida para as populações que vivem nos municípios. O desenvolvimento dos municípios é essencial para se assegurar uma boa qualidade de vida para todos os angolanos.
Os municípios devem ser dirigidos na perspectiva de se resolverem múltiplos problemas das comunidades. As comunidades vivem nos municípios, pelo que faz sentido que as autoridades trabalhem para que os munícipes vejam os seus problemas resolvidos.
É preciso entretanto atribuir aos municípios os meios necessários, humanos e financeiros,  para que  as administrações municipais cumpram o seu papel.  Queremos todos que estas administrações municipais sejam activas na resolução dos problemas dos cidadãos, mas se elas  não estiverem dotadas dos meios  para a prossecução dos objectivos, continuaremos a  ter os mesmos problemas.
Com  a entrada em funções do novo Executivo, inicia-se um ciclo em que se exige maior empenho  na realização das tarefas governativas. No novo ciclo pretende-se  que haja  servidores públicos que estejam sempre disponíveis para trabalhar em prol do bem -estar dos cidadãos.  É por isso que se deseja que os bons quadros estejam também nas administrações municipais.  E o bom quadro não é apenas aquele que tem elevadas competências técnicas e profissionais. É aquele que também prossegue  valores como o humanismo  e a solidariedade. Temos no país gestores públicos com  capacidade  técnica e profissional relevante,  mas  que são insensíveis aos problemas das pessoas e que só se preocupam com a sua vida , esquecendo-se que tem à sua volta  dezenas ou centenas de pessoas que têm problemas por resolver.
Ainda bem que a vida no município está no centro das preocupações do Executivo.  Espera-se  que  venha a haver medidas destinadas  a dar uma nova dinâmica à actividade das administrações  municipais. É grande a esperança de que os municípios venham a resolver muitos problemas básicos . Não se pode compreender que  problemas de fácil resolução  fiquem   anos sem ser  solucionados, por inércia ou por falta de meios que em muitos casos não implicam  elevados custos .
O administrador  municipal deve amar o seu município,  e este amor deve traduzir-se  em  preocupação constante com a vida dos munícipes. Um administrador municipal não deve  dormir descansado enquanto os munícipes tiverem problemas graves por resolver. Os  administradores municipais devem percorrer regularmente os bairros das circunscrições que dirigem e dialogar com os munícipes para saber dos seus problemas.
Adão de Almeida, ministro da Administração do Território e da Reforma do Estado, afirmou segunda-feira que o município tem de ser o centro do desenvolvimento nacional, da igualdade e justiça social, para  diminuir as assimetrias regionais e para o combate à fome e à pobreza extrema.
O ministro Adão de Almeida  indicou ainda que muitos dos problemas sociais exigem a intervenção dos municípios, que devem  ser cada vez mais fortes, ter cada vez mais espaço e  mais recursos humanos e financeiros, para que se efective o desenvolvimento local.
As comunidades ficarão a ganhar se forem empreendidas acções orientadas para o desenvolvimento  dos municípios, em vários domínios. Precisamos de ter, por exemplo, nos municípios boas infra-estruturas escolares e hospitalares, mas também excelentes quadros,  para que  haja elevada qualidade no ensino e na prestação de serviços de saúde. 
 
  

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia