Opinião

A palavra do directorver todas

43 anos mais tarde

43 anos mais tarde

Sobre o início da Luta Armada de Libertação Nacional decorreram mais de 57 anos. Já a proclamação da Independência Nacional, consequência directa do acto heróico iniciado a 4 de Fevereiro de 1961, aconteceu há 43, evento cujo simbolismo Agostinho Neto eternizou para o mundo naquela madrugada de 11 de Novembro. As motivações por detrás da acção dos combatentes angolanos são conhecidas, embora seja sempre importante lembrá-las, quer para avivar memórias, quer para delas dar conta a quem as desconhece.

Citaçõesver todas

“É nosso dever trabalhar para que ela (Administração Pública) esteja ao nível das exigências. Precisamos de uma Administração Pública mais rápida e mais eficiente. Precisamos de um Estado que trabalhe mais, que trabalhe melhor e que custe menos.”

Adão de Almeida Ministro da Administração do Território e Reforma do Estado

“Precisamos de reflectir sobre o procedimento administrativo, para que a nossa administração não seja escrava do procedimento e da burocracia, mas uma administração capaz de adoptar modelos de gestão que privilegiem o resultado.”

Idem

“É preciso que os administradores da Justiça tenham confiança técnica e nunca política. Uma confiança técnica ligada à boa administração da Justiça .”
José RodriguesAntigo director da Polícia Judiciária portuguesa, durante a conferência internacional sobre o combate à corrupção, organizada pela Procuradoria Geral da República de Angola


“Preocupada com a situação, advertimos para as consequências dela decorrentes que poderão constituir um entrave ao intrínseco cumprimento dos princípios gerais do recenseamento.”
Comunicado da CNEda Guiné-Bissau Reagindo à decisão do Ministério Público de suspender o recenseamento de eleitores

“O comportamento  do preço do petróleo é bastante volátil e imprevisível . É preferível  que se observe   o comportamento  desta variável  nos próximos meses e se a tendência baixista se mantiver, aí sim, o Executivo avança para uma revisão  do OGE.”

Manuel Nunes Júnior, Ministro de Estado do Desenvolvimento Económico e Social, ao falar aos deputados, antes da aprovação do OGE/2019 na  especialidade



“A actual liderança  do país tem como linhas de governação o combate cerrado a práticas que lesem o erário.”

Ângelo da Veiga Tavares, Ministro do Interior



“Para um gestor que se apropria  de bens públicos para aproveitamento pessoal, deixando o país ou a sua instituição sem recursos financeiros,
a moldura penal abstracta devia chegar até aos 24 anos de prisão , como forma de desencorajar esta prática.”

Vicente Cuancua, Procurador da República junto do Serviço de Investigação Criminal


“Nós vamos ter observadores internacionais  nas nossas eleições, mas para cumprir a missão de observar e não a de intervir num processo
que apenas diz respeito aos congoleses.”

Joseph Kabila, Presidente  da República  Democrática do Congo

“Vamos pôr termo principalmente à alta corrupção neste país, custe o que custar, pois não podemos ter uma Angola  melhor enquanto continuarmos a ter  os desequilíbrios que temos”

Rui Falcão Primeiro secretário do MPLA  em Benguela

 

“Não podemos trair a memória  daqueles  que deram a sua vida  pela nossa independência, na convicção de que seríamos  um povo livre e  feliz, um povo digno da Pátria que tem”

Idem

 

“Temos que pôr todos os recursos  de Angola ao serviço do nosso povo, melhorando as nossas escolas, hospitais e a qualidade de vida das nossas famílias”

Idem

 

“O partido (MPLA) é um movimento que foi criado com um propósito de luta e libertação do povo e teve várias facetas e actores. É bonito que cada um retrate a história do MPLA”

Boavida Neto Secretário-geral do MPLA,  em declarações  proferidas na cerimónia de apresentação do livro de Hugo Azancot de Menezes, intitulado "Percursos da luta de libertação nacional - Viagem ao interior do MPLA, memórias pessoais

 

“Penso que  não há razões  para o presidente (do Progresso Sambizanga) não querer negociar. Continuamos a aguardar pelo pagamento dos três salários acordados”

Custódio de Azevedo  Coordenador da comissão dos trabalhadores do Progresso, que se encontram em greve


“O combate à corrupção é de todos  e não apenas dos órgãos de Justiça.”
Hélder Pitta Grós, Procurador Geral  da República

“Se  com poucos meios conseguimos concluir processos complexos e introduzir em juízo, na medida  em que  os meios forem aumentando vamos ter  também um trabalho  feito  com melhor qualidade.”
Idem


“Devemos  encarar com seriedade a violência  que paira no seio das famílias. Por isso, defendemos a revisão da Lei contra  a Violência Doméstica.”
Luísa Damião
Vice-presidente do MPLA


“Somos  um sindicato  que sempre reage  às acções negativas. Creio que a sociedade  sabe  como é que agimos  quando há injustiças  em relação aos professores”
Hermínia Ferreira do Nascimento
Secretária  do Sindicato  Nacional dos Professores (Sinprof)


“Hoje está claro que aquilo que se dizia da delapidação  do erário público, das burlas e do peculato, já não é segredo para ninguém.”
Adérito  Candambo
Secretário provincial  da UNITA no Bié


“Para o PAIGC, o momento actual  é de extrema gravidade e exige responsabilização política  e criminal, razão  pela qual  o procurador geral da República  e o comissário geral  da Polícia de Ordem Pública  devem ser imediatamente demitidos”

Comunicado  do PAIGC, em reacção  à suspensão  do recenseamento eleitoral decidida  pelo Ministério Público da Guiné-Bissau 

Colunas

Mundo Africanover todas

Renamo volta a esticar a corda

Roger Godwin |

Ler mais

Editorialver todas

As autarquias e a venda de ilusões

Ler mais

Nos tempos que corremver todas

“Redimidos” alemães na lógica americana das migrações

Luis Alberto Ferreira |*

Ler mais

As Subesferasver todas

Contra-cultura e contra-informação no caos argentário

Luis Alberto Ferreira

Ler mais

Crónicas à Média Luzver todas

Uma conferência em Berlim

Artur Queiroz

Ler mais

Mundo Árabever todas

Víctor Jara e

Luis Alberto Ferreira |

Ler mais

Observatório do Balãover todas

Impulsos patrióticos

Arnaldo Santos

Ler mais

Nova Ordem Internacionalver todas

O estado do Estado

José Goulão

Ler mais

Ventos do Ocidentever todas

Preconceitos com a comida e tripas à moda do Porto

Luis Alberto Ferreira |

Ler mais

Palavras à Soltaver todas

A III República

João Melo |

Ler mais

Terra Comprometidaver todas

As eleições na Grécia e o triunfo do medo

José Goulão|

Ler mais

Tempo

você e o jornal de angola

PARTICIPE

Escreva ao Jornal de Angola.

enviar carta

Multimédia