Política

África deve promover desenvolvimento inclusivo

O continente africano deve olhar para si mesmo e promover um desenvolvimento inclusivo que não marginalize pessoas, regiões ou países e que seja capaz de incentivar a criação de emprego e proporcionar o bem-estar do seu povo, defendeu o embaixador Vicente Muanda.

Vicente Muanda, que foi prelector da palestra “A África e os desafios do seu desenvolvimento”,  dirigida a oficiais generais, almirantes e superiores do Estado Maior General das FAA, na Escola Superior de Guerra, falou das iniciativas que o continente precisa fazer para sair do actual quadro em que encontra.É preciso mudar de paradigma na gestão das questões socioeconómicas de África, promover, com intensidade, o intercâmbio entre Estados africanos, desenvolver a agricultura e incentivar a criação de fundos especializados para o seu desenvolvimento, disse.

Tempo

Multimédia