Política

Alemanha quer investir em energias renováveis

Pedro Suculate | Cabinda

O embaixador da Alemanha em Angola, Dirk Lolke, manifestou ontem, na cidade de Cabinda, o interesse do Governo do seu país em cooperar com a província de Cabinda nos domínios das energias renováveis, saúde, petróleos e formação de quadros.

Embaixador Dirk Lolke trabalhou na província
Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

Em declarações à imprensa, depois do encontro com o vice-governador para a Área Política e Social, Alberto Paca, o diplomata informou que o seu país possui uma vasta experiência tecnológica em energias renováveis.
“Em Cabinda, a Alemanha não possui empresas a operar no sector petrolífero. Por esse facto, vamos explorar o sector das energias renováveis”, afirmou o diplomata alemão, que manifestou a satisfação pelo facto de as autoridades angolanas terem adquirido, do seu país, turbinas que estão instaladas em diversas barragens hidroeléctricas ao longo do rio Kwanza.
Na província, o embaixador também teve um encontro de cortesia com o bispo da Diocese de Cabinda, D. Belmiro Chissengueti. Visitou ainda empreendimentos sociais e económicos, como o banco de urgência do hospital provincial, as obras de construção do Campus Universitário e a estação de captação e tratamento de água.

Tempo

Multimédia