Política

Ambiente de estabilidade interessa aos Grandes Lagos

Para o vice-presidente da Comissão de Relações Exteriores, Cooperação Internacional e comunidades angolanas no estrangeiro da Assembleia Nacional, Lukamba Paulo, a cimeira de que reúne os Presidentes de Angola, Congo Brazaville, RDC, Gabão, Ruanda e Uganda, bem como o presidente da Comissão da União Africana, em Luanda , enquadra-se nos últimos desenvolvimentos na RDC, em particular a realização das eleições de 23 de Dezembro.

“A RDC faz fronteira com oito países africanos e a sua estabilidade cria segurança, não só na África Central, mas na região dos Grandes Lagos”, disse o deputado do grupo parlamentar da UNITA.
As eleições em perspectiva na RDC, frisou, são importantes, por isso os chefes de Estado da região devem assumir as suas responsabilidades, no sentido de criarem um ambiente político de estabilidade, para que as eleições de Dezembro venham a ser credíveis e decorram num ambiente  pacifico.

Tempo

Multimédia