Política

Ana Dias Lourenço reuniu-se com organizações femininas

A OMA, o braço feminino do MPLA, está a mobilizar as mulheres para o apoio ao partido no dia 23.

Ana Dias Lourenço pediu às senhoras o voto certo
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

Ontem, Ana Dias Lourenço, a esposa do candidato do MPLA a Presidente da República, reuniu com as organizações femininas para sensibilização ao voto, de modo a dar continuidade aos programas de desenvolvimento do país. Ana Dias Lourenço referiu que há consciência de que um desenvolvimento harmonioso, sustentável e inclusivo só é possível com mulheres engajadas e enquadradas em todas as esferas da vida nacional.
No encontro, que decorreu na tenda do Complexo Turístico do Futungo de Belas II, com mais de duas mil mulheres, Ana Dias Lourenço disse que o maior compromisso das mulheres, neste momento, é o de mobilizar, continuar a trabalhar e ensinar a todos os eleitores, entre mulheres, homens e jovens da comunidade para o voto no dia 23.
Por isso, apelou a todas as mulheres presentes a fazerem a escolha certa, dirigindo-se às urnas, de forma consciente, cívica e democrática e votarem no partido do coração.
Às jovens mulheres, apelou que o mais importante hoje na sociedade não é seguir, ver e ouvir as redes sociais,  mas orientarem-se em função da realidade do país, na tradição e na educação dos mais velhos.
A quatro dias do voto, Ana Dias Lourenço fez uma demonstração de como se deve votar, e referiu que o MPLA é o partido que está a vista de todos, melhor preparado para continuar a conduzir o país.
“O MPLA tem no seu programa de governação 2017-2022, políticas definidas para as mulheres, programas que se centram no apoio às famílias e que resultam de diagnósticos realistas sobre economia familiar, mercado informal e outros domínios da vida económica e social do país”, referiu Ana Dias Lourenço.

Tempo

Multimédia