Política

Angola assina documento para criar Centro de Pesca

Angola assinou ontem, em Gaberone (Botswana), a Carta que cria o Centro Regional de Coordenação da Fiscalização, Controlo, Vigilância da Pesca (MCSCC) da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), a ser estabelecido em Maputo, Moçambique.

Ministra das Pescas assinou a Carta para criação do Centro
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

Com o acto, que decorreu na sede da SADC, no qual a ministra das Pescas e do Mar, Maria Antonieta Baptista, assinou por Angola, o país tornou-se no oitavo membro da organização regional a subscrever a Carta, juntando-se a Eswatini, Lesotho, Moçambique, Namíbia, África do Sul, Tanzânia e Zâmbia.
Durante a cerimónia, a ministra Maria Antonieta Baptista destacou o importante papel que a Pesca desempenha como meio de subsistência dos angolanos, em particular, e da região da SADC, em geral.
Maria Antonieta Baptista realçou a importância dos recursos pesqueiros da região e a necessidade do combate à pesca ilegal, não-declarada e não-regulamentada, recordando o compromisso que os países da SADC assumiram em 2008, em relação ao reforçar da cooperação regional e o combate ao flagelo da pesca ilegal.
Para a ministra, a região fez avanços na aplicação do compromisso, aprimorando a cooperação regional, especialmente na criação do centro, e incentivou os restantes países membros a comprometerem-se mais e a assinarem a referida Carta. A cerimónia foi testemunhada pelo secretário executivo adjunto para os Assuntos Corporativos do Secretariado da SADC, Joseph Andre Nourrice, e pela embaixadora de Angola no Botswana e junto da SADC, Beatriz Morais.

Tempo

Multimédia