Política

Angola e Unesco traçam planos de cooperação

Angola e a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) traçaram as linhas e os planos de acção para a implementação de um acordo de cooperação envolvendo 140 bolsas de estudo a nível de doutoramento e pós-doutoramento.

Representante da UNESCO para África Central, Salah Khaled
Fotografia: DR

A informação foi prestada em Luanda pelo representante regional da Unesco para a África Central, o egípcio Salah Khaled, que esteve no país para contactos com as autoridades angolanas sobre, entre outros assuntos, o programa de cooperação entre Angola e a Unesco na área da educação.
Durante a sua estada no país, a primeira desde que foi nomeado representante da Unesco para a África Central, Salah Khaled reuniu com as ministras do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria Sambo, da Cultura, Carolina Cerqueira, na qualidade de presidente da Comissão Interministerial criada pelo Chefe de Estado para acompanhar todo o programa de cooperação entre Angola e a Unesco.
Com a ministra da Cultura, Salah Khaled disse ter analisado aspectos ligados ao início da Bienal de Luanda sobre Cultura de Paz em África, um compromisso assumido pelo Presidente da República, du-rante a visita à sede da Unes-co, em Maio deste ano.
O representante da Unes-co considerou a Bienal de Luanda sobre Cultura de Paz, a decorrer em Setembro do próximo, como um “grande evento”.

Tempo

Multimédia