Aposta no ferro de Cassinga

Kumuênho da Rosa |
24 de Fevereiro, 2017

Fotografia: Rogério Ttuti | Edições Novembro

O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, reuniu-se ontem com as comissões Económica e para a Economia Real do Conselho de Ministros para, entre outros assuntos, estender um olhar sobre o andamento de alguns dos grandes projectos económicos em desenvolvimento no país.

Com a “Equipa Económica” do Governo, o Presidente da República analisou a implementação do Angosat, o primeiro satélite de comunicação geoestacionário angolano, cujo nível de execução global é de 80 por cento, e o projecto de exploração de ferro de Kassinga, que está em fase de negociação com investidores para o arranque das explorações ainda este ano.
Em relação a Cassinga, o Presidente da República foi informado sobre as actividades realizadas pela Ferrangol, concessionária nacional do sector mineiro, em 2016, bem como as medidas preconizadas para a continuidade do projecto em moldes mais rentáveis.
Depois de ultrapassadas as negociações com o primeiro investidor, a companhia AEMR, de que resultou a extinção da parceria e passagem de todos os direitos mineiros para a Ferrangol, o maior projecto de exploração de ferro em Angola, localizado na Jamba, província da Huíla, está agora em condições mais favoráveis para o investimento.
Sobre o assunto, o Jornal de Angola ouviu o ministro da Geologia e Minas, Francisco Queiroz, que realçou o momento mais favorável para se investir na mina de Cassinga e falou das negociações com as multinacionais POSCO, da Coreia do Sul, Privinvest e CITIC Group, sendo que, fruto das negociações com a AEMR, disse o ministro, a Ferrangol está hoje em melhores condições de conseguir um bom contrato com vantagens recíprocas. “A decisão da Comissão Económica do Conselho de Ministros vai no sentido de continuarmos a negociar com os investidores interessados, desde que garantam não apenas a primeira fase (minério primário), mas também o secundário”, assinalou Francisco Queiroz.

Condições favoráveis

Além do levantamento completo do património, onde se inclui toda a informação geológico-mineira produzida pela AEMR, a infraestrutura e o equipamento em Angola e em portos no Dubai, Antuérpia e Durban, a Ferrangol dispõe de toda a informação necessária para que o investimento seja feito em segurança.
O facto de na altura em que a AEMR realizou os estudos de viabilidade económica e financeira para investir em Cassinga, o preço do ferro no mercado internacional rondar os 50/55 dólares a tonelada, e hoje estar nos 84.6 dólares, é por si só um factor a ter em conta, afiançou o ministro que percebe uma “clara tendência altista” no preço dessa “commoditie”.
“O projecto é viável, tem recursos e o valor do ferro no mercado internacional aumentou e está com tendência de aumentar ainda mais. Temos por isso condições muito boas para se apostar no projecto e dar mais um importante passo em frente na diversificação das fontes de receitas cambiais e fiscais”, declarou.

Estamos Juntos

Ontem, a reunião conjunta das comissões Económica e para a Economia Real do Conselho de Ministros procedeu também à apreciação preliminar do Programa “Estamos Juntos”, que tem por objectivo fomentar a actividade económica das camadas mais desfavorecidas da população, através do acesso ao crédito-ajuda. No quadro de funcionamento do Fundo de Garantia de Crédito (FGC), as comissões apreciaram um memorando sobre a carteira de garantias prestadas pelo respectivo Fundo, referente aos projectos financiados ao abrigo do Programa “Angola Investe”. No domínio da Agricultura, foi analisada uma proposta de estratégia para o aumento da oferta de fertilizantes em Angola, cujo objectivo é alcançar a auto-suficiência alimentar em todo o território nacional, através do aumento da produção agrícola.
Nesta reunião, foi aprovado o relatório de balanço do Plano de Caixa do Mês de Janeiro, cujas despesas foram executadas em 73 por cento do montante programado, bem como a proposta de Plano de Caixa para o mês de Março, que contém a projecção das entradas e saídas de recursos financeiros nesse período.

capa do dia

Get Adobe Flash player



ARTIGOS

MULTIMÉDIA