Política

Aprovado o símbolo dos 40 anos

O Ministério da Administração do Território (MAT) apresentou o logótipo dos 40 anos da Independência Nacional, que se comemora a 11 de Novembro.

O logotipo oficial das festas deste ano
Fotografia: JA

Um documento do MAT refere que o Presidente da República aprovou as normas metodológicas de organização e celebração de feriados nacionais, estabelecendo para as festividades do 11 de Novembro objectivos específicos.
O Executivo pretende este ano divulgar e realçar a importância do 11 de Novembro, enquanto marco de transcendental importância na união das várias sensibilidades nacionais, para valorização da Pátria, assente na vontade da construção de um Estado democrático de direito e união da Nação angolana.
Outro objectivo é promover a reflexão sobre os enormes sacrifícios consentidos pelo povo na conquista do bem maior da Nação, a Independência Nacional, além de reverenciar os povos, partidos e Governos que nos longos e difíceis anos da luta de libertação se solidarizaram com a causa nacional e apoiaram, de forma directa e concreta, os objectivos, como o nascimento e consolidação do Estado soberano, livre e independente.
“Longe de ser apenas mais uma data festiva, essa efeméride tem para os angolanos uma importância transcendental e representa, em primeiro lugar, o momento em que o jugo colonial foi quebrado”, lê-se no documento que acrescenta que a data representa também o coroar de êxitos de um grupo de heróis destemidos que, triunfantes, deram as suas vidas pela causa da libertação do povo, combatendo a exploração, a escravidão, a segregação racial, a pilhagem de recursos e toda a sorte de sevícias a que os cidadãos angolanos eram submetidos pela administração colonial.
O comunicado declara que a 11 de Novembro de 1975 Angola conquistou finalmente a sua liberdade, criando as bases para o desenvolvimento que hoje se assiste, abrindo caminho para o reforço da identidade nacional. Para que esse marco seja festejado condignamente, em respeito pela dimensão histórica que encerra, o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, criou através do Despacho Presidencial nº 36/14, de 24 de Abril, a Comissão Interministerial para a Organização das Acções Comemorativas Alusivas ao 40º Aniversário da Independência Nacional.

Tempo

Multimédia