Política

Argentina identifica novas áreas de cooperação com Angola

Bernardino Manje

A Argentina está a identificar “novos horizontes” para fortalecer a cooperação com An-gola, afirmou na noite de quarta-feira o embaixador argentino acreditado em Luanda, Luís Eugénio Bellando, du-rante uma recepção para saudar o 209º aniversário da Revolução de Maio naquele país da América do Sul.

Fotografia: Francisco Bernardo| Edições Novembro

Na sua intervenção, o diplomata argentino exprimiu sa-tisfação pelo facto de o relacionamento entre os dois países estar a crescer. Segundo Luís Bellando, as últimas reuniões entre dirigentes e empresá-rios dos dois países têm trazido resultados positivos à cooperação bilateral.
“A visita do ministro (de Estado e do Desenvolvimento Económico e Social), Manuel Nunes Júnior, a Buenos Aires, no mês de Março, juntamen-te com o secretário de Esta-do das Relações Exteriores Domingos Vieira Lopes, e o crescente interesse de empresas argentinas em Angola são uma demonstração disso”, sustentou.
O embaixador lembrou que, desde 2013, a empresa argentina Pluspetrol está presente em Angola, apoiando o crescimento do país e realizando fortes investimentos no âmbito dos hidrocarbonetos. Realçou ainda o facto de uma outra empresa argentina, a Arcor, e o Grupo Webcor terem feito uma parceria para a instalação de uma fábrica de chocolates e bolachas - a primeira deste tipo em Angola -, cuja construção começa ainda neste ano.
No caminho tomado por Angola para a diversificação da economia, Luís Eugénio Bellando destacou o trabalho levado a cabo por empresários argentinos para o desenvolvimento do sector agro-pecuário angolano.
O diplomata admitiu, entretanto, que os dois países ainda têm “um caminho longo pela frente”. “Seguimos firmes nele, convencidos e comprometidos com uma agenda positiva para ambos os povos, a partir do grande potencial existente e da vontade de avançar para um novo estágio do relacionamento bilateral”, disse.

Tempo

Multimédia