Política

Bairro dos ministérios é apresentado amanhã

Fonseca Bengui

O Ministério da Construção e Obras Públicas realiza amanhã, numa das unidades hoteleiras de Luanda, o acto formal de lançamento do Projecto do Centro Político Administrativo - Bairro dos Ministérios, a ser erguido no bairro da Chicala.

Fotografia: DR

O acto será presidido pelo ministro de Estado do Desenvolvimento Económico, Manuel Nunes Júnior.
Um comunicado de imprensa do Ministério da Construção e Obras Públicas refere que, com o lançamento, vai se dar início ao processo de implementação do projecto, considerado "estruturante e de elevada complexidade técnica", que congregará diversos departamentos ministeriais, Secretariado do Conselho de Ministros e Serviços de Apoio e Protocolares, Centro Cultural, área de lazer e outros.
Por despacho do Presidente da República, João Lourenço, de 13 de Junho de 2018, foi criada a Comissão Interesectorial encarregue de negociar a aquisição de terrenos e de propor a modalidade contratual com potenciais investidores privados para a implementação do Centro Político Administrativo.
A comissão é coordenada pelo ministro da Construção e Obras Públicas e integra ainda os ministros das Finanças, do Ordenamento do Território e Habitação, governador de Luanda e director-geral do Gabinete de Obras Especiais.
Segundo um folheto distribuído à imprensa, a visão por detrás do plano urbanístico do Bairro dos Ministérios é a integração gradual e transitória (não invasiva) de uma nova plataforma urbana ao contexto multicultural, respeitando o existente, o ambiente natural e a protecção dos ricos recursos naturais na sua envolvente.
O plano, acrescenta, fornece a estrutura para o desenvolvimento do novo Bairro dos Ministérios, com a visão de transformar e revitalizar a área num modelo de vibrante de do centro da cidade, com diversidade de serviços e usos governamentais.
A essência do plano urbanístico, segundo o documento, está em harmonia com as políticas de renovação e de expansão integrada de infra-estruturas e urbanização de Luanda, conforme estabelecido pelo Plano Director Geral de Luanda (PDGL).
O projecto será implementado nas margens do bairro da Chicala, numa área ocupada actualmente por uma mistura de assentamentos de habitação informal. Segundo o documento distribuído pelo Ministério da Construção e Obras Públicas, a zona será transformada num novo centro moderno, onde as autoridades governamentais, serviços e residencial serão misturados e mesclados com eventos sociais, culturais e artísticos.
O principal objectivo do Bairro dos Ministérios, esclarece o documento, é a integração deste plano urbanístico na visão da Fase 1 do Novo Centro da Cidade de Luanda, proporcionando qualidade e bem-estar para uma vida saudável e ambiente de trabalho, abrindo novos horizontes para desenvolvimentos governamentais e socioeconómicos.
"Esse renascimento do planeamento urbano será o alvorecer de uma nova era que promove estratégias de desenvolvimento sustentável para áreas públicas paisagísticas, passeios pedestres, redes viárias, transportes públicos e serviços", sublinha o folheto, que não aponta os custos do projecto.

Tempo

Multimédia