Política

Botswana quer cooperar na formação de quadros

O Presidente do Botswana, Mokgweetsi Masisi, defendeu, em Gaberone, a "extrema necessidade" do seu país e Angola caminharem de mãos dadas para o desenvolvimento, progresso e bem-estar social de ambos países e povos.

Embaixadora de Angola no Botswana Beatriz Morais
Fotografia: João Gomes | Edições Novembro

Um comunicado da embaixada de Angola no Botswana refere que o Chefe de Estado tswanês fez este pronunciamento no palácio presidencial, durante a cerimónia de acreditação de Beatriz Morais como embaixadora extraordinária e plenipotenciária angolana naquele país.
Durante a audiência com Beatriz Morais, Mokgweetsi Masisi elogiou o Presidente João Lourenço, de quem disse ter bastante admiração. Afirmou que aguarda ansiosamente pela visita oficial do homólogo angolano ao Botswana. A proposta da visita, referiu, inclui uma visita às localidades de Kasane e Delta-Okavango, um dos centros de maior atracção turística do mundo.
O Chefe de Estado tswanês manifestou disponibilidade em acolher o empresariado angolano para explorar as oportunidades que o Botswana oferece, que vão desde o ensino universitário, agricultura , ecoturismo, exportação de carne bovina e seus derivados, a formação técnico-profissional, saúde e aos recursos humanos.
O Presidente Masisi manifestou, igualmente, a disponibilidade do país em formar quadros angolanos nas áreas de Medicina e Tecnologias.

Tempo

Multimédia