Política

Candidatos à presidência da UNITA tentam convencer eleitores

José Chaves | Andulo e Bernardino Manje

Os candidatos a presidente da UNITA continuam a desdobrar-se pelo país em campanhas com vista à sua eleição, durante o XIII Congresso Ordinário do partido, que se realiza de 13 a 15 do próximo mês, em Luanda.

Fotografia: Edições Novembro

No acto de abertura da sua campanha, na Lopitanga, município do Andulo, província do Bié, Abílio Kamalata Numa defendeu que a próxima liderança da UNITA precisa de imprimir maior celeridade ao processo de mudança política no país.

O general na reserva defendeu que o combate à corrupção não deve ser apenas uma tarefa do Executivo, mas também da sociedade civil e dos partidos, entre os quais a UNITA.
Alcides Sakala fez campanha sexta-feira e ontem na província do Zaire. Ainda ontem partiu para o Bengo, devendo trabalhar hoje na província do Uíge.
Estêvão José Pedro Kachiungo abre, apenas na tarde de hoje, a sua campanha. O local escolhido é o município de Viana, em Luanda.
Além de Kamalata Numa, Alcides Sakala Simões e José Kachiungo, concorrem à liderança da UNITA o presidente do grupo parlamentar, Adalberto Costa Júnior.

Tempo

Multimédia