Política

Candidaturas na UNITA apresentadas em Setembro

Bernardino Manje

Os aspirantes ao cargo de presidente da UNITA deverão formalizar as suas candidaturas no período entre 16 e 30 de Setembro, informou ontem, em Luanda, uma fonte da direcção do partido, que entretanto não confirmou a continuidade ou não de Isaías Samakuva no cargo.

Presidente Isaías Samakuva
Fotografia: Mota Ambrósio | Edições Novembro

O presidente da UNITA convocou, na terça-feira, para o período entre 13 e 15 de Novembro deste ano, em Luanda, o XIII Congresso Ordinário do partido, que além da eleição de uma nova direcção (presidente e comissão política) deve igualmente fazer uma revisão aos estatutos e avaliar e redefinir - caso for necessário - a linha político-ideológica do partido.
"A questão da continuidade ou não do presidente Samakuva ainda continua em aberto", disse a fonte do Jornal de Angola, questionada sobre o assunto. Há 16 anos na liderança da UNITA, depois de ser eleito nos quatro congressos anteriores, Isaías Samakuva já anunciou, publicamente, a intenção de deixar a presidência do partido no próximo congresso, agora convocado para Novembro. Entretanto, uma corrente do partido defende a continuidade do actual líder. Entre as figuras na actual direcção do partido que defendem a continuidade de Samakuva está Alcibiades Kopumi, que, meses atrás, escreveu, na sua página do Facebook, que apoia a ideia do actual presidente da UNITA concorrer para mais um mandato de quatro anos, que, no caso, seria o quinto.
Segundo Kopumi, com a recandidatura de Isaías Samakuva, a UNITA deixaria de ter a possibilidade de conhecer uma outra figura como candidato do partido nas eleições gerais de 2022. Secretário provincial da UNITA na Huíla no período entre 2016 e 2018, Alcibiades Kopumi sustenta ainda a sua tese com as "impressionantes energia e capacidade de trabalho" de Isaías Samakuva, apesar da idade: 73 anos. "Aprecio bastante as qualidades do presidente Isaías Samakuva, tais como o seu empenho e espírito de missão, a honestidade, circunspecção e sabedoria", acrescentou.
Entretanto, há já dois anos que algumas figuras de proa do partido estão a ser cogitadas para suceder a Isaías Samakuva. Entre essas figuras estão Lukamba Paulo "Gato", que, em 2002, coordenou a antiga comissão de gestão da UNITA até à eleição de Samakuva, em 2003.

Tempo

Multimédia