Política

CANFEU junta 600 estudantes em Malanje

A importância do Campo Nacional de Férias dos Estudantes Universitários (CANFEU) na troca de experiência académica entre os participantes e na promoção da cultura do país foi destacada  ontem, em Malanje, pelo secretário-geral do MPLA, António Paulo Cassoma.

Fotografia: Jaimagens

O dirigente do MPLA  fez estas declarações quando discursava na abertura da XVI edição do CANFEU, que decorre até ao dia 25 deste mês sob o lema “Juventude universitária, unida, solidária e patriótica”.
Cassoma elogiou as inovações introduzidas na presente edição do CANFEU, como o envolvimento de jovens não universitários, afectos a associações juvenis, e representantes de diferentes formações políticas.
A presente edição do CANFEU, explicou, congrega jovens de vários estratos sociais e de diferentes ideologias partidárias no sentido de proporcionar mais inclusão e reforçar a unidade entre a juventude, além de servir de espaço para a troca e aprofundamento de conhecimentos científicos.
Realçou que o evento desempenha ainda um papel fundamental na transmissão de valores morais e cívicos aos jovens, bem como incentiva os participantes a elevarem o espírito patriótico, na defesa da paz e da democracia.
Participam no encontro 600 estudantes oriundos das 18 províncias do país.

Tempo

Multimédia