Política

Carolina Cerqueira está na rede Femwise-África

A ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, integra a Rede das Mulheres Africanas Peritas em Prevenção e Mediação de Conflitos (FEMWISE-África), noticiou, ontem, a Angop.

Carolina Cerqueira é a ministra de Estado para a Área Social
Fotografia: DR

A rede, que agrupa líderes femininas de vários países africanos, tem o objectivo de liderar estratégias de participação das mulheres nos esforços para a prevenção e mediação de conflitos no contexto da paz e segurança, através de uma plataforma de advocacia.

De acordo com um documento mencionado pela Angop teve acesso, a rede visa garantir a inclusão das mulheres nos processos de paz em África, em conformidade com a Agenda 2063 e os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Com sede em Addis Abeba (Etiópia), a rede é coordenada pela antiga Presidente da República Centro Africana, Catherine Samba Panza, tendo como adjunta Speciosa Wandira Kazibwe, ex-Vice-Presidente do Uganda, e outras líderes do continente.

Jornalista e jurista de formação, Carolina Cerqueira foi, até 2008, directora do Gabinete de Cidadania e Sociedade Civil do MPLA. Em 2010, foi nomeada ministra da Comunicação Social, cargo que ocupou até 2012. Posteriormente, exerceu o de vice-presidente do grupo parlamentar daquele partido, até à nomeação, em 2016, para ministra da Cultura.

Entre 2008 e 2010, assim como entre 2012 e 2016, foi deputada à Assembleia Nacional, membro da Comissão Permanente e dos Assuntos Jurídicos e Constitucionais. É membro da OMA, da Federação Internacional das Mulheres de Carreiras Jurídicas e do Comité de Eminentes Mulheres Africanas, instituído para a celebração do 50º aniversário da União Africana.

Entre 2013 e 2016, foi vice-presidente da Organização Pan-Africana das Mulheres para a África Austral. Tem, entre outras, formação em Diplomacia Popular e Resolução de Conflitos.

Tempo

Multimédia