Política

CASA-CE quer atenção especial aos municípios

Edna Dala

O coordenador para os Assuntos Políticos e Revitalização da CASA-CE, Manuel Fernandes, apelou no sábado, em Luanda, aos órgãos competentes da coligação a prestar uma atenção especial aos municípios, num momento em que o país se prepara para as eleições autárquicas.

Manuel Fernandes pede engajamento dos militantes
Fotografia: DR

Ao discursar no encerramento do II seminário metodológico do secretariado executivo nacional, Manuel Fernandes defendeu a inversão da pirâmide em prol de uma base fortificada. 

Anteriormente, disse, tudo era feito em prol do líder, mas hoje, sublinhou, “devemos mudar para mantermos uma base forte e garantir uma CASA-CE segura e imbatível, o que só será possível com quadros qualificados”.

O político lembrou que “a vitória da CASA-CE não vai resultar de milagres, daí a necessidade de se adoptar o princípio da colectividade no trabalho e a responsabilidade individual”. “Todos devem se empenhar para atingirmos o objectivo e assim alcançarmos a vitória”, apelou.

No comunicado final, o secretariado nacional da CASA-CE apelou ao Executivo a olhar mais para as populações desfavorecidas, cumprindo as promessas eleitorais feitas em 2017.

Os participantes manifestaram-se contra o aumento “desproporcional” da taxa para a obtenção do passaporte.

No seminário, que apreciou questões internas, os participantes recomendaram ao secretariado executivo da CASA-CE a rever o modelo de gestão de recursos humanos, financeiros e o funcionamento dos secretariados provinciais, municipais, distritais e comunais, e potenciar, deste modo, os futuros candidatos às eleições autárquicas.

Os participantes solicitaram a criação de mecanismos que contribuam para o funcionamento eficiente das estruturas de base, incluindo os núcleos de acção política. O encontro discutiu temas como “Liderança consciente e tomada de decisões eficientes” , “Filosofia de gestão financeira da CASA-CE” e “Estratégias de comunicação”.

 

Tempo

Multimédia