Política

Compromissos sobre ambiente discutidos hoje em Victoria Falls

Ministros e funcionários responsáveis pelo Ambiente e formuladores de políticas reúnem-se, de hoje até quinta-feira, em Victoria Falls, no Zimbabwe, na 6ª Sessão do Fórum Regional da África sobre Desenvolvimento Sustentável.

Ministra Paula Francisco está em Victória Falls
Fotografia: MOTA AMBRÓSIO | EDIÇÕES NOVEMBRO

Sob o lema “2020-2030: Uma década para entregar uma África transformada e próspera, através das Agendas 2030 e 2063”, o fórum discute os 17 Objectivos de Desenvolvimento Sustentável e os da Agenda 2063.
Eleita no ano passado, Angola é a primeira vice-presidente do Fórum sobre De-senvolvimento Sustentável em África. Durante 12 anos, vai coordenar grupos de trabalho relacionados às alterações climáticas e sistemas de inovação tecnológica para o sector do Ambiente.
A ministra do Ambiente, Paula Francisco, chefia a delegação angolana, em resposta a um convite do Secretário Executivo da Comissão Económica das Nações Unidas. Formuladores de políticas, especialistas de Governos, organizações intergovernamentais, sociedade civil, sector privado e parceiros internacionais de desenvolvimento estão reunidos no evento.
O Fórum Regional é uma plataforma intergovernamental, convocada pela Comissão Económica para África, em colaboração com a Comissão da União Africana, Banco Africano de Desenvolvimento e sistema das Nações Unidas, para analisar o progresso, compartilhar experiências e construir um consenso sobre as recomendações.
A edição passada decorreu na cidade de Marraquexe, em Marrocos, sob o lema "Empoderar as Populações e Assegurar a Inclusão e a Igualdade". Na mesma edição, o Reino de Marrocos assumiu a presidência do órgão.
Na altura, a ministra Paula Francisco apresentou o Plano Nacional de Tecnologias Ambientais e teve um encontro bilateral com responsáveis marroquinos ligados ao De-senvolvimento Sustentável, durante o qual ficou assente a necessidade do reforço de uma posição comum e de consenso, com o apoio da União Africana, sobre as alterações climáticas.
Na “Declaração de Marraquexe”, os ministros e funcionários africanos responsáveis pelo ambiente e pela sustentabilidade e desenvolvimento, formuladores de políticas e especialistas reafirmaram o compromisso na implementação do Programa dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável e a adesão de África às directrizes estabelecidas para aplicação da Agenda 2030.

Tempo

Multimédia