Política

Concertação com a Namíbia sobre a malária

A comissão conjunta Angola/Namíbia criou, na cidade de Ondjiva, Cunene, um grupo técnico para a implementação do projecto regional para a eliminação da malária em oito países da África Austral, nomeadamente Angola, África do Sul, Swazilândia, Namíbia, Botswana, Moçambique, Zimbabwe e Zâmbia.

Fotografia: Dombele Bernardo |Edições Novembro

O coordenador adjunto do Programa Nacional de Controlo da Malária, Rafael Dimbu, disse que o projecto visa eliminar a malária a partir da região sul da África Austral para a zona norte do continente.
Rafael Dimbu reconheceu que, pela sua envergadura e complexidade, o projecto vai levar muito tempo para a sua completa execução.
Os países que reúnem condições e registam progressos significativos no  combate à malária,  como África do Sul, Botswana, Namíbia e Swazilândia comprometeram-se em eliminar a doença até 2020.
“Os restantes países têm vindo a fazer um esforço para que até 2030 também possam atingir níveis de excelência”, referiu Rafael Dimbu, que apelou para a necessidade dos Estados prosseguirem esforços para o combate à doença. Lembrou que a maioria dos casos de malária registados no norte da Namíbia é proveniente do sul de Angola.

Tempo

Multimédia