Política

Deputados da UNITA solidários com as medidas de prevenção

Bernardino Manje

O Grupo Parlamentar da UNITA exprimiu solidariedade com as medidas adoptadas com vista à prevenção e consequente protecção das famílias angolanas contra o Covid-19.

Liberty Chiyaka, líder do Grupo Parlamentar da UNITA
Fotografia: DR

Num comunicado de imprensa distribuído, na terça-feira, os deputados do maior partido da oposição encorajam todos aqueles que não poupam esforços para cumprir e fazer cumprir as medidas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelas autoridades angolanas, destacando, entre outros, o empenho dos profissionais da saúde, forças de defesa e segurança, órgãos de comunicação social, organizações da sociedade civil e voluntários.
“O Grupo Parlamentar da UNITA junta a sua voz aos apelos para que todos acatem e apliquem as medidas de segurança tomadas, como forma de se evitar a perda de vidas humanas que muita falta fazem ao país”, conclui o documento.
Uma das medidas tomadas é de que as pessoas não saiam de casa, para evitar a propagação da doença. As pessoas só podem deixar as residências em casos de extrema necessidade, como ir fazer compras de bens essenciais, deslocar-se à farmácia ou ao banco.
As forças de Defesa e Segurança, nomeadamente efectivos das Forças Armadas e da Polícia Nacional, têm estado nas ruas a fiscalizar o cumprimento destas medidas.
O Jornal de Angola constatou isso mesmo, na terça-feira, na via principal que vai dar à Universidade Jean Piaget e na estrada principal para o mercado do bairro Kapalanga e o Hospital Municipal de Viana.
Os moto-taxistas, muito frequentes naquela área, eram impedidos de circular, na tentativa de se fazer cumprir uma das medidas do Decreto sobre o Estado de Emergência. A medida justifica-se devido ao fácil contacto físico entre motoqueiro e passageiro.
Ainda assim, eram vistos alguns moto-taxistas a desrespeitarem a medida, transportando passageiros e fugindo, entre becos e ruelas, à fiscalização da 

Tempo

Multimédia