Política

Deputados sofrem cortes nas regalias

O presidente do grupo parlamentar do MPLA Salomão Xirimbimbi disse sobre à suspensão e recepção de regalias, que nesta matéria o MPLA defende que não se podem incluir os magistrados, que têm um regime de funcionamento diferente dos demais.

Fotografia: EDIÇÕES NOVEMBRO

Em relação aos membros do Executivo e aos parlamentares que são os dois órgãos que resultam da eleição directa da população, disse que o MPLA vai  pedir “sacrifício”  no sentido de se limitarem as despesas. Contrariamente ao que dizem os deputados da oposição, o presidente do grupo parlamentar do MPLA afirmou que o Orçamento não prevê nenhum corte salarial, se previsse a bancada do MPLA seria a primeira a opor-se. 

Tempo

Multimédia