Política

Direitos Humanos nas prioridades

O Executivo mantém no centro das preocupações do Estado a promoção e a preservação dos direitos humanos, garantiu ontem, no Luena (Moxico), o secretário de Estado Bento Bembe.

Secretário de Estado para os Direitos Humanos
Fotografia: Edições Novembro

O secretário de Estado para os Direitos Humanos, que falava à imprensa no final do encontro que manteve com os intervenientes da administração da Justiça na província, recordou que a promoção, preservação e o respeito dos direitos têm bases na Constituição da República.
Bento Bembe lembrou que a consciência geral sobre os direitos humanos se tem tornado forte, fruto da evolução tecnológica que o país vem conquistando, e que servem de veículo para transmitir estes conhecimentos.
O secretário de Estado para os Direitos Humanos reiterou que este facto demonstra que os angolanos, a cada dia que passa, estão a tomar consciência de que são sujeitos de direitos indisponíveis. “Hoje, a situação dos direitos humanos está no centro da preocupação do Estado e de famílias, mercê do avanço de conhecimentos académicos e profissionais das pessoas, bem como do desenvolvimento social, económico e cultural que o país tem vindo a granjear”, reforçou o secretário de Estado para os Direitos Humanos.
Para Bento Bembe, “se os direitos humanos não estiverem no centro das metas do exercício da Polícia Nacional e de outros órgãos que administram a Justiça, então, a corporação deixa de ter necessidade de existência, no âmbito do processo de tranquilidade e segurança pública da população e dos seus haveres”.

Tempo

Multimédia