Política

Embaixadores não residentes entregam cartas credenciais

Fonseca Bengui

O Presidente da República, João Lourenço, recebeu, ontem, as cartas credenciais de sete embaixadores não residentes, em cerimónias separadas realizadas no salão nobre do Palácio Presidencial.

João Lourenço reafirma interesse no reforço dos laços de amizade e cooperação com cada um dos países
Fotografia: Mota Ambrósio

Trata-se dos embaixadores da Etiópia, Haddiss Gebreigzabhier, da Tunísia, Bouzekri Mmili, do Sri Lanka, AnurudohaKumar Mallimaratchi, e do Malawi, Warren Bamusi Gunda. Apresentaram igualmente credenciais os embaixadores da Gâmbia, Amadou Tall, do Benin, Eric Franck Michel Saizonou, e da Austrália, Gita Kamath.
Na presença dos ministros de Estado, ministro das Relações Exteriores, assessores do Presidente da República e funcionários seniores do Mirex, o Chefe de Estado reafirmou o interesse no reforço dos laços de amizade e cooperação com cada um dos países.
Os sete embaixadores não prestaram declarações à imprensa.
Doutorado em Direito Internacional Público e autor de vários livros no domínio da Justiça e Direitos Humanos, o embaixador da Etiópia trabalhou no Ministério para os Assuntos Federais, Agência de Informação da Etiópia e na Comissão Nacional Eleitoral.
O diplomata tunisino, com residência na República Democrática do Congo, foi director do Departamento das Relações com os Países Africanos do Ministério dos Negócios Estrangeiros e director-adjunto para a América e Ásia.
O embaixador do Sri Lanka é residente na África do Sul e pós-graduado em Gestão Hoteleira, ramo em que trabalhou durante várias décadas. Também com residência na África do Sul, a embaixadora da Austrália é mestre em Negócios e Comércio e já exerceu funções diplomáticas em França e Singapura.

Mercado comum

O embaixador do Malawi foi alto comissário para a Zâmbia e designado para a República Democrática do Congo e Angola. Representa, igualmente, o seu país no Mercado Comum da África Central e Austral.
O representante diplomático da Gâmbia reside na África do Sul e trabalhou nos ministérios da Economia, Planeamento, Desenvolvimento e Indústria, Agricultura e Recursos Naturais e Administração e Terras.
Também residente na África do Sul, o embaixador do Benin trabalhou na Missão Permanente nas Nações Unidas, em Nova Iorque (Estados Unidos).
Quarta-feira, o Presidente João Lourenço recebeu as credenciais dos embaixadores do Zimbabwe, Thando Madzvamuse, Bélgica, Jozef Smete, Suécia, Ewa Ulrika Polano, Moçambique, Osvalda Joana, e Rwanda, Wellars Gasamagera.
Nas cerimónias, realizadas em separado, no salão nobre do Palácio Presidencial, o Chefe de Estado angolano, João Lourenço, reafirmou o interesse no reforço dos laços de amizade e cooperação com os cinco países.
O novo representante da Missão Diplomática do Reino da Bélgica em Angola, Jozef Smete, apontou como prioridades a promoção da cooperação nos domínios portuário, mineiro e no ensino universitário.

 

 

Tempo

Multimédia