Política

Emissão de passaportes volta à normalidade

O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) normaliza, a partir da próxima semana, a emissão de passaportes ordinários, anunciou ontem o director do gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério do Interior.

Fotografia: DR

Em declarações à Angop, o subcomissário Waldemar José  confirmou que a irregularidade na emissão de passaportes deveu-se à escassez de cédulas, situação que está resolvida. As cédulas, disse, começam a chegar ao país no próximo fim-de-semana. “Pedimos um pouco de paciência aos utentes. Estão a ser criadas as condições para que a emissão de passaportes volte à normalidade”, referiu. Por este facto, o subcomissário Waldemar José anunciou que a partir
da próxima semana haverá o aumento do número de brigadas nos postos de emissão em todo país, com o fim de tornar mais célere o atendimento.
O subcomissário Waldemar José não divulgou, no entanto, as quantidades nem a origem das cédulas.
Oito a seis meses é o tempo que vários cidadãos angolanos alegam esperar para obter um passaporte junto do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME). O Serviço de Migração e Estrangeiros tem priorizado os cidadãos que apresentam documentação médica para consultas no exterior ou para bolsas de estudo.
A celeridade nos actos migratórios é um dos grandes objectivos traçados.

alt="Resultado de imagem para passaporte angolano" width="202" height="167" />

Tempo

Multimédia