Política

Executivo prepara centro de formação de excelência

Edivaldo Cristóvão

O Executivo pretende que a Escola Nacional de Administração e Políticas Públicas (ENAPP) seja, a partir deste ano, o centro de excelência no domínio da formação e qualificação da alta hierarquia da Administração do Estado, alinhado aos planos estratégicos para o desenvolvimento do país, afirmou ontem, em Luanda, o ministro Jesus Maiato.

Ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS) Jesus Maiato
Fotografia: Mota Ambrósio| Edições Novembro

O ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), falava na abertura do ano formativo 2019 da ENAPP, num acto testemunhado pelo ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida, governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rescova Joaquim, e altos funcionários do Estado.

Jesus Maiato referiu que a ENAPP vai formar quadros executivos da Administração Pública e dos sectores empresariais público e privado. “É responsabilidade da instituição assegurar a contratação de um leque de formadores competentes e altamente qualificados a nível nacional e internacional e com isso garantir uma formação de qualidade e excelência, bem como reforçar a investigação científica, promover o fortalecimento das instituições e da competitividade dos quadros nacionais”, disse.
O ministro lembrou que a abertura do ano formativo da ENAPP constitui um momento especial para a Administração Pública, por marcar o início da implementação do primeiro programa unificado de formação que visa atender as necessidades dos quadros do sector público administrativo e do sector empresarial público e privado.
O programa de formação para este ano está alinhado aos objectivos definidos pelo Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022 e ao Plano Nacional de Formação de Quadros. Na grelha formativa estão disponíveis cursos da Administração Pública, Finanças Públicas, Administração Local e Autárquica, Formação Executiva e Avançada e Pesquisa.
Jesus Maiato fez referência ao discurso do Presidente da República, João Lourenço, durante a sua investidura, com a seguinte citação: “pretendemos que a reforma da Administração Pública esteja centrada na simplificação de procedimentos e na valorização do capital humano, de modo que permita reter os melhores quadros, através de uma política virada para os domínios da formação, motivação, remuneração e carreiras dos agentes e funcionários públicos”.
Deste modo, prosseguiu, a ENAPP deve participar na elaboração e implementação das medidas que visam a modernização da Administração Pública, dotando-a das melhores práticas de funcionamento e governança pública. “A primeira acção deve ser a oferta de um pacote formativo que prepare os futuros candidatos a ingressar na Administração Pública”, considera.

Tempo

Multimédia