Política

FAA ajudam a reforçar vigilância nas fronteiras

As Forças Armadas Angolanas (FAA) pretendem melhorar os mecanismos de apoio à Polícia Nacional e elevar a vigilância fronteiriça, para reduzir o fluxo de estrangeiros que entram ilegalmente no país a pretexto de procurar melhores condições de vida, anunciou hoje, no Lubango, o Chefe do Estado-Maior General, Egídio Sousa Santos.

Fotografia: ANTÓNIO SOARES

No discurso de encerramento da reunião de dirigentes das FAA, que decorreu durante três dias sob o lema “Imobilizar, reestruturar e fortalecer”, o general de Exército disse que os estrangeiros instalam-se em zonas diamantíferas e dedicam-se à exploração destes recursos, em muitos casos, com o auxílio de nacionais.

Tempo

Multimédia