Política

Gerdina Didalelwa é nova governadora

O Presidente da República, João Lourenço, exonerou, ontem, Sérgio Leonardo Vaz, do cargo de governador da província do Cunene, para o qual tinha sido nomeado através do Decreto Presidencial nº 6/20, do dia 21 deste mês.

Fotografia: DR

De acordo com uma nota da Casa Civil do Presidente da República, após a nomeação de Sérgio Leonardo Vaz, foi constatado que existem situações que estão a ser tratadas pelas entidades competentes e que desaconselham a posse.
Sérgio Leonardo Vaz tinha substituído Vigílio da Ressurreição Adriano Tyova, que tinha sido nomeado em Setembro de 2018.
Noutro decreto, o Presidente João Lourenço exonerou, igualmente, José Chindongo António e Josefa Joana Rebeca, dos cargos de vice-governadores da província do Namibe para os Serviços Técnicos e Infra-Estruturas e para o Sector Político, Social e Económico, respectivamente.
Em decretos de nomeação, o Titular do Poder Executivo indicou Gerdina Ulipame Didalelwa, para ocupar o cargo de governadora da província do Cunene, e Mário Augusto Caetano João, para secretário de Estado para a Economia, vaga deixada por Sérgio de Sousa dos Santos, nomeado recentemente para ministro da Economia e Planeamento.
Gerdina Ulipame Didalelwa entra na história como a primeira governadora da província do Cunene, depois de Kundi Paihama (entre 1976 e 1979), Ary da Costa (1979-1981), Pedro Mutinde (1981-2008), António Didalelwa (2008-2016) e novamente Kundi Paihama (2016-2018).
Ainda ontem, o Presidente da República nomeou Carla Maísa Pereira Tavares e Ema Samali Henriques da Silva Guimarães para os cargos de vice-governadoras da província do Namibe para o Sector Político, Social e Económico, e para os Serviços Técnicos e Infra-Estruturas.

Tempo

Multimédia