Política

Governador denuncia atribuição fraudulenta de documentos

O Serviço de Migração e Estrangeiros no Uíge detectou, nos últimos dias, 176 Bilhetes de Identidade e Cédulas de Nascimento atribuídas de forma fraudulenta a cidadãos estrangeiros de várias nacionalidades.

Governador Pinda Simão
Fotografia: Filipe Botelho | Edições Novembro

A denúncia foi feita ontem pelo governador Pinda Simão, durante um encontro com funcionários da delegação do Ministério da Justiça e Direitos Humanos. Pinda Simão referiu ser imperiosa a humanização e mudança de mentalidade dos funcionários do sector, para o combate de práticas que comprometem o bom funcionamento dos órgãos de justiça aos vários níveis.
O sector da Justiça, frisou, deve trabalhar de forma afincada, para combater a atribuição de documentos de forma fraudulenta a cidadãos estrangeiros. Acrescentou que o referido sector continua a apresentar debilidades que mancham o seu bom funcionamento, daí a necessidade de se trabalhar, cada vez mais, para se inverter o actual quadro.

Tempo

Multimédia