Política

Governo vai sancionar funcionários corruptos

Isidoro Samutala | Cafunfo

O governador  da Lunda-Norte, Ernesto Muangala, disse que vai tomar medidas contra os funcionários de saúde que cobram dinheiro e passam receitas aos pacientes para adquirirem medicamentos nas farmácias externas, enquanto o hospital tem medicamentos disponíveis para o tratamento da malária.

Governador Ernesto Muangala visita hospital de Cafunfo
Fotografia: Benjamim Cândido | Edições Novembro

“A assistência é gratuita, o hospital está reforçado com técnicos e medicamentos. Não podemos permitir que enfermeiros com má conduta coloquem em causa os esforços do Executivo. Quem assim proceder vai responder criminalmente”, avisou Ernesto Muangala, recordando que o papel de um técnico de saúde é o de salvar vidas e não contribuir para as mortes.
Quanto aos argumentos da população sobre o deficiente atendimento nos serviços de saúde, o governador Ernesto Muangala fez uma remodelação da direcção do hospital regional de Cafunfo.
À nova equipa, Ernesto Muangala recomendou  empenho e responsabilidade para mudar o quadro actual do hospital, de modo a dar melhor assistência médica à população.

Tempo

Multimédia