Política

Helicóptero ao serviço da CNE cai no Caiundo

Carlos Paulino | Caiundo

Um helicóptero da Força Aérea Nacional (FAN) ao serviço da Comissão Nacional Eleitoral despenhou-se ontem na comuna do Caiundo, 135 quilómetros a sul da cidade de Menongue, no Cuando Cubango, sem provocar vítimas mortais.

A aeronave ao serviço da CNE ficou totalmente destruída
Fotografia: Carlos Paulino | Caiundo

A reportagem do Jornal de Angola apurou no local que o helicóptero, com oito ocupantes, dois dos quais gravemente feridos, ficou totalmente carbonizado, assim como o material eleitoral que se destinava a 27 Assembleias de Voto do Caiundo.
Entre os feridos graves, um é membro da tripulação e o outro funcionário da CNE. Os restantes seis ocupantes do aparelho contraíram ferimentos ligeiros. Testemunhas disseram ao “JA” que no momento da aterragem uma grande nuvem de poeira terá deixado a tripulação sem qualquer visibilidade. Contaram que, antes de pegar fogo, o helicóptero embateu em duas árvores e resvalou no tecto do centro materno infantil que ficou também parcialmente destruído.
O “JA” apurou ainda que se aguarda nos próximos dias a chegada a Menongue de uma equipa técnica da Força Aérea para averiguar as causas que estiveram na base da queda do helicóptero.

Tempo

Multimédia