Política

Heróis da Batalha foram condecorados

Diversos heróis da Batalha do Cuito Cuanavale foram condecorados no sábado, na vila com o mesmo nome, província do Cuando Cubango, por terem contribuído para a libertação da África Austral do regime de segregação racial, antes vigente na África do Sul.

Várias personalidades receberam medalhas de mérito
Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

Entre os condecorados da batalha de há 31 anos, estão, a título póstumo, o general José Domingos Cordeiro Baptista “Ngueto” (medalha Mérito Militar -1ª classe) e o antigo administrador do Cuito Cuanavale, António Dias (medalha Ordem Civil do 1º grau).
As condecorações estenderam-se aos vivos, num total de 30. Neste grupo as medalhas foram de Mérito de Segunda e Terceira Classes.
Os representantes da República de Cuba e da Federação Russa, foram condecorados com a Medalha de Mérito Militar do Primeiro Grau.
O governador do Cuando Cubango, Pedro Mutindi, destacou a concretização do 23 de Março na SADC como Dia de Libertação da África Austral.
O presidente do Fórum dos Combatentes da Batalha do Cuito Cuanavale, António Valeriano, também condecorado, realçou o facto de a batalha ter alterado a geo-política da África Austral.
A efeméride tem na base o fim da Batalha do Cuito Cuanavale, que decorreu entre Outubro de 1987 e Março de 1988, uma das mais duras da guerra que o país enfrentou. A data é feriado regional na Comunidade para Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Tempo

Multimédia