Política

Isabel dos Santos ignora notificação

A ex-presidente do conselho de administração da Sonangol,  Isabel dos Santos, ignorou a primeira notificação da Procuradoria-Geral da República (PGR), para prestar esclarecimentos sobre a sua gestão enquanto responsável máxima da concessionária nacional de hidrocarbonetos.

Isabel dos Santos
Fotografia: DR

Fonte da PGR precisou que a primeira, das três notificações possíveis, foi entregue no último dia 17, para que a empresária fosse ouvida no dia seguinte, o que não aconteceu.
A 28 de Fevereiro último, o actual presidente do conselho de administração da Sonangol, Carlos Saturnino, acusou a empresária de ter gasto 135 milhões de dólares com consultoria e de ter autorizado uma transferência de outros 38 milhões, um dia depois da sua exoneração.
 O gestor denunciou igualmente entre outras alegadas irregularidades, a existência de um suposto “caixa dois”, para o processamento de salários fora do circuito normal de pagamentos.
A empresária Isabel dos Santos foi exonerada pelo Presidente da República do cargo de presidente do Conselho de Administração da Sonangol em 15 de Novembro de 2017, depois de ter assumido as funções em Junho de 2016.

Tempo

Multimédia