Política

John Kerry hoje na Cidade Alta

Adelina Inácio|*

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, anunciou ontem, em Luanda, o financiamento de 600 milhões de dólares para a compra de um novo Boeing 77 7 para a TAAG e mais de 300 milhões para projectos ligados ao sector da Energia. Os fundos são disponibilizados pelo Eximbank.

John Kerry à sua chegada a Luanda agradeceu ao Presidente da República pelos esforços feitos a favor da paz em África
Fotografia: Santos Pedro

O secretário de Estado norte-americano reconheceu que o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, tem um papel importante na paz e estabilidade no continente. “Quero agradecer ao Presidente José Eduardo dos Santos, que há muito trabalha para a paz e participa em muitas outras acções de paz no continente”, disse John Kerry, que sublinhou ter constatado que Angola está num período de “grande actividade económica que vai contribuir para o desenvolvimento do país”.
John Kerry reconheceu que o Executivo está comprometido em melhorar o padrão de vida dos angolanos: “por isso cresce a base de acordos comerciais que permitem maior estabilidade e criação de emprego”. E sublinhou que os EUA e Angola podem construir um futuro melhor para os seus povos.
O ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, ao dar as boas vindas ao secretário de Estado John Kerry destacou os níveis de cooperação entre os dois países e sublinhou que a visita exprime as boas relações existentes entre Angola e os EUA. O ministro referiu também o contributo que os EUA têm dado ao continente africano e a Angola relativamente à paz.
“A sua visita ocorre num momento em que prosseguimos o mesmo caminho, que é trabalharmos juntos em vários domínios bilaterais. Estas acções conjuntas indicam as boas relações de cooperação que existem entre Angola e os EUA nos mais diversos domínios”, disse o ministro das Relações Exteriores.
O ministro Georges Chikoti informou que o secretário de Estado John Kerry tem hoje um encontro com o Presidente da República, José Eduardo dos Santos. O secretário de Estado norte-americano teve já encontros com os responsáveis das empresas petrolíferas americanas que operam no complexo da SONILS e quis saber pormenores sobre o processo de angolanização dos quadros técnicos destas companhias.
John Kerry chegou a Luanda acompanhado da secretária de Estado Assistente para os Assuntos Africanos, Linda Thomas Greenfield e do enviado especial dos EUA para os Grandes Lagos, Russell Feingold, que estiveram em Luanda em Abril, e pela embaixadora Catherine M. Russell, responsável do Gabinete do Secretário de Estado para os Assuntos Globais de Mulheres.

Kerry na Cidade Alta


O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, recebe hoje em audiência, no Palácio da Cidade Alta, o secretário de Estado John Kerry. O ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, considerou a visita de John Kerry uma excelente oportunidade para os dois países darem um novo impulso na cooperação bilateral, depois do acordo de parceria estratégica assinado há três anos.

Bolsas de estudo


John Kerry revelou ontem em Luanda os nomes dos jovens líderes angolanos que foram seleccionados para as bolsas do programa denominado “Yali Washington Fellowship” do Presidente Obama para os jovens de África.
Os estudantes Akules António, Francisco Ngola, Adelina Kalundungo, Isabel Bueio, Dizando Mvemba e Rebecca Cain são os jovens que em Junho vão para os EUA onde participam num curso profissional intensivo em diferentes universidades.
Os seleccionados vão fazer cursos nas áreas de Administração Pública, Negócios, Empreendedorismo e Liderança Cívica.
A bolsa Yali Washington Fellowship é um programa de iniciativa do Presidente Barack Obama para os jovens líderes africanos e prevê levar aos EUA 500 jovens africanos, anualmente.

*Com Kumuenho da Rosa e Mazarino da Cunha

Tempo

Multimédia