Política

Jovens manifestam-se contra o "gradualismo" das eleições autárquicas

Adelina Inácio

Vários jovens ligados as associações "Plataforma do Cazenga em Acção" (PLACA), "Agir" e "Cidadãos Independentes" realizaram hoje, defronte à Assembleia Nacional, uma manifestação para protestar a implementação gradual das autarquias no país.

Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

Os jovens reuniram-se defronte ao Parlamento, na altura em que os deputados discutiam, para a provação na generalidade, as propostas que conformam o Pacote Legislativo Autárquico.

Os manifestantes empunhavam cartazes com dizeres como "Queremos autarquias em todos os municípios", "Gradualismo geográfico não" e "No meu município ninguém me representa". Estes dizeres também eram evocados, com gritos, durante a manifestação.

O docente e activista cívico Fernando Gomes, um dos organizadores da manifestação, foi o porta-voz do grupo, que defende a implementação das autarquias em todos os municípios do país. “Não existem razões económicas para nos anularem este direito", disse o activista, para quem "as garantias constitucionais não se experimentam, efectivam-se”.

 

Tempo

Multimédia