Política

Julgamento retoma com alegações finais

Kilssia Ferreira

O Tribunal Provincial de Luanda retoma hoje, com alegações finais, o julgamento do réu Mendes Domingos Marçal, 32 anos, acusado de ter furtado do Banco de Negócio Internacional (BNI),250 mil dólares e 200 mil euros.

Fotografia: DR

Durante o julgamento que está a decorrer na 7ª secção da Sala dos Crimes Comuns do Tribunal Provincial de Luanda Dona Ana Joaquina, Mendes Domingos Marçal reconheceu ter cometido o crime de furto doméstico, ocorrido em Maio de 2018.
Em tribunal, o réu disse ter retirado as chaves do cofre do Banco na mesa de trabalho de um colega, José Luís Monteiro, sem que ele tivesse conhecimento.
Na altura dos factos, o réu Mendes Domingos Marçal era responsável pela manutenção das fechaduras dos cofres e alteração do código daquela instituição bancária, a nível nacional.

Tempo

Multimédia