Política

Marrocos é membro fundador da OUA

A embaixadora do Reino de Marrocos em Angola, Saadia El Alaoui, refere que o seu país não só foi um dos 33 membros fundadores da Organização da Unidade Africana (OUA), a 25 de Maio de 1963, como também foi em Casablanca, em 1961, numa cimeira histórica, que ficou decidida a criação da organização panafricana para libertar o continente do jugo colonial.

Fotografia: DR

A diplomata reagia a uma matéria publicada no Jornal de Angola, a 25 de Maio, Dia de África, em que se refere que o maior compromisso dos Estados africanos - a Carta da OUA - foi assinada a 26 de Maio de 1963 pelos representantes dos Estados independentes na época, “excepto o Reino de Marrocos”.

No direito de resposta, a embaixadora Saadia El Alaoui esclarece que o encontro de Casablanca reuniu os pais fundadores da Organização da Unidade Africana (OUA) Kwame Nkrumah, do Ghana, Abdel Nasser, do Egipto, Ahmed Sékou Touré, da Guiné Conacri, Modibo Keita, do Mali, e o anfitrião Rei Mohamed V, do Marrocos.

Estes países, esclarece a nota, constituíram o chamado “Grupo de Casablanca”. Foi a junção do “Grupo de Casablanca” e do “Grupo de Monróvia” que deu lugar à criação, em Addis Abeba, em 1963, da Organização da Unidade Africana (OUA). "O Reino de Marrocos foi um dos 33 países signatários", refere o documento.

Tempo

Multimédia