Política

Ministério do Interior solicita reforço de efectivos da Polícia

Os órgãos operativos do Ministério do Interior (MININT), na província do Huambo, necessitam de reforço de meios técnicos, para assegurar os próximos desafios políticos, como a realização das primeiras eleições autárquicas, em 2020.

Ministro do Interior pretende o reforço ao combate à criminalinalidade para garantir a tranquidilidade
Fotografia: José Cola | Edições Novembro

De acordo com o delegado local do MININT, Eduardo Cerqueira, durante a cerimónia das celebrações do 39º aniversário da instituição assinalado na sexta-feira, mesmo com as actuais condições de trabalho, o efectivo está empenhado nas acções de controlo da situação delituosa, elevando, assim, o sentimento de segurança da população.
O oficial revelou que, de Junho do ano passado até ao momento, foram registados 3.151 crimes diversos, tendo sido esclarecidos 2.357, resultando em  2.993, detenções e no desmantelamento de 20 grupos de supostos marginais.
Quanto ao Serviço de Migração Estrangeiros, Eduardo Cerqueira informou estarem controlados actualmente 2.209 cidadãos estrangeiros de várias nacionalidades, 900 dos quais na condição de refugiados, que realizam na sua maioria actividade comercial de pequena escala.
Sobre a protecção civil e bombeiros disse terem sido registados, desde Junho do ano passado, 195 incêndios, provocados por negligência, fogo posto, curto-circuito, fuga de gás e outras causas por se determinar, causando morte, por carbonização, a 15 pessoas e ferimentos graves e ligeiros a outras 13, assim como o registo de 77 casos de afogamentos em cacimbas, valas, rios, lagoas e charcos.
Relativamente ao serviço penitenciário, deu a conhecer que, apesar de se registar uma superlotação de 433 reclusos, em relação à capacidade instalada de 820, a maior preocupação prende-se com problemas de ordem Ministrodefemnde o comabate  mentalidade, para a correspondente integração harmoniosa na sociedade quando forem postos em liberdade.
Criado a 22 de Junho de 1979, o Ministério do Interior  é o órgão da administração central do Estado responsável pela execução das políticas de segurança pública, através dos seus órgãos executivos centrais, nomeadamente a Polícia Nacional, Serviço de Investigação Criminal (SIC), Serviço de Migração e Estrangeiros, Serviço Penitenciário (SP) e o Serviço de Protecção Civil.

Tempo

Multimédia